quinta-feira, janeiro 31, 2008

Turista em sua própria cidade

Tenho saído caminhar nas proximidades de minha casa... E apesar de morar há pouco mais de 3 meses aqui, não é menor a surpresa em descobrir toda uma paisagem com uma atmosfera e impacto totalmente diferente do que estou acostumado dirigindo o carro por aí. Como é diferente!

Turista em sua própria cidade: os muros parecem maiores e as ruas mais longas... Os viadutos guardam situações em si e nos levam a pensar nas coisas que já presenciaram.

E fico pensando em como as pessoas viajam por aí sem "conhecerem" realmente os lugares que visitam. E nunca se viajou tanto e tão mal... se nem ao menos conhecemos os lugares em que vivemos...

4 comentários:

Fred disse...

É Barba... As pessoas estão cada vez mais fugindo de seus meios. Querem "sumir", viajar, sair fora, ou então se isolar em suas casas e condomínios. Cada vez mais longe das ruas, calçadas, vizinhos... Se elas ao menos reparassem nos cemitérios, veriam o quanto o fim é imóvel.
Abrs,
Fred

Ricardo disse...

É Barbinha, engolimos a vida sem saboreá-la. O que parece nos interessar nessa vida é a congestão, o entupimento, não a sutileza de um sabor, um local ou momento... E assim, la nave vá..
Abraço
Butchão

Anônimo disse...

Barba, é melhor você sair com uma máscara pq com a poluição industrial e veicular terá serios problemas de saúde. Abx PS

Alcione Torres disse...

Realmente, às vezes não conhecemos realmente o lugar que vivemos. Mas, muitas vezes é melhor passar por certos lugares de carro, com os vidros bem fechados. Aqui, na cidade onde moro, é assim.